INSCREVA SEU E-MAIL

NO FACEBOOK

quarta-feira, 2 de março de 2016

BPM - Forças Especiais


Só para compartilhar uma informação importante sobre o mercado nacional.

No ano de 2015 tive quase 20 turmas dos meus cursos pelo Brasil e, em janeiro de 2016, já comecei o ano ministrando treinamento em Macaé - RJ. 
Essa dinâmica me confirmou uma tendência que havia percebido ao longo do ano passado.

As organizações não estão desistindo de investir em capacitação, apenas ajustando o foco.

Se em 2013 e 2014 nossas turmas eram repletas de profissionais buscando melhores maneiras de aplicar os recursos destinados a modernização organizacional, em 2015 o foco era aprender maneiras de manter desempenho e competitividade em cenário de poucos recursos disponíveis.

Comecei 2016 confirmando a tendência e acredito que a mesma se mantenha viva por mais um ou dois anos.
Ou seja, hoje, as organizações estão capacitando seus profissionais em BPM para promover a melhor utilização dos escassos recursos disponíveis.
É querer, no mínimo, fazer o mesmo com menos. Algumas, mais ousadas/necessitadas, precisam fazer mais com menos.

Sendo assim, caro colega, alinhe o quanto antes a sua proposta de valor dentro das organizações.

Não venda projetos complexos e com longo prazo de retorno. No cenário atual, é mais viável promover e oferecer melhorias pequenas e com ajustes que serão rapidamente realizados. Essas melhorias trarão algo essencial para o momento em que vivemos: fôlego organizacional (ie. capacidade de continuar lutando).

O seu trabalho em gestão de processos, muito provavelmente, será norteado por ações de redução de tempo, redução de custo, manutenção de capacidade operacional, manutenção de qualidade x custos diretos e indiretos etc.
Acredito que esse será um cenário bastante recorrente para 2016 e 2017.

Porém, também temos o outro lado da moeda. Temos organizações decididas a investir na melhoria de produtos e serviços com base no foco do cliente… Sim, temos. Obviamente, não é uma jornada para todos. Poucas organizações nacionais estão vivendo essa realidade, mas, em algum momento de um futuro muito próximo, todas deverão passar por essa fase.

Para não me alongar mais, gostaria de finalizar dizendo: acredite no investimento que você já fez.
Os estudos solitários, os treinamentos, as palestras, tudo que você já fez para se capacitar em BPM continua valendo.
Seu conhecimento em diagnóstico e melhoria de processos será de muito valor e extremamente demandado nos próximos 2 anos (no mínimo).

Não veja as notícias como um presságio de tempos ruins, mas sim como a certeza de uma mudança inevitável e que trará maturidade para nossas organizações.

Considerando que as organizações brasileiras estão envolvidas em uma guerra pela sobrevivência, posso reviver meus tempos de caserna e lhe dizer nesse momento:

Acredite que podemos vencer essa batalha.
Nossos comandantes precisam de informação com qualidade e relevante para a tomada de decisões.
Nossos soldados precisam ser melhor equipados, mais treinados e motivados.

Vamos para o front sem medo e com fé em nossas intenções e ações.
Profissional de BPM é combatente especialista e de pronto emprego.

Nos veremos no campo de treinamento e nos campos de batalha.

P.S. Se você está buscando atualização em BPM, veja minha agenda de cursos para o ano de 2016. Clique no link:
http://www.gartcapote.com/

Até breve!

Gart Capote

Nenhum comentário: